Eduardo Cunha, PT e PSOL

O PSOL, partido satélite do PT, cumpre missão subalterna ao atacar, apenas, o deputado Eduardo Cunha. Embora Cunha mereça o destino de qualquer corrupto, a cassação e a cadeia, o PSOL esquece que todo esse processo de corrupção foi gestado com Lula na presidência e seguiu ampliado e consolidado na gestão da presidente Dilma Rousseff.
Agora, o senador do Partido dos Trabalhadores, Delcídio Amaral, é novamente citado nas delações premiadas, especificamente, no episódio da superfaturada compra da refinaria de Pasedena. Quero ver como as esquerdas irão se manifestar! Será que esta rede de corrupção vai continuar a contar com o silêncio desses socialistas arrogantes com uns e frouxos como outros?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Governos: Falta de Planejamento e Visão

Vox Populi Brasil - Rádio Catedral FM 106,7