Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Aborto: Erro do Comando Central da CNBB - PLC 03/2013

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB insiste no veto parcial ao PLC 03/2013. Isto, como já disse, é um erro grave! Um dano irreparável, neste momento, à defesa da vida. Abre uma avenida para o aborto no país. O veto tem que ser total ao PLC 03/2013. Nada neste projeto de lei é aceitável. A redação é cheia de armadilhas e dissimulações de piedade às mulheres vítimas de violência sexual.
Mas, o que me espanta mesmo é que não é de hoje que a CNBB erra em diagnósticos sociais, econômicos, políticos e nada se altera ou se questiona ao seu comando central.
Agora é a hora do basta! Errar na defesa do nascituro é uma temeridade e um claro divórcio do comando da instituição com a sã doutrina e com os fiéis católicos.
Sugiro aos demais bispos que estabeleçam novos limites e regras para o pronunciamento sobre assuntos tão graves sem a aquiescência da Assembleia Geral ou de consulta direta aos demais bispos.
Tenho convicção de que a imensa maioria dos bispos do Brasil jamais apoiaria ou…

Perfil do Programa Opinião Católica

Este nosso programa tem o objetivo de ser uma conversa sobre temas diversos que tocam a vida de cada pessoa no dia a dia. É um programa de questionamento. Aqui quero provocar, com minhas análises, uma reação, após uma reflexão, dos que nos prestigiam com a sua atenção.
Falamos sobre religião, educação, saúde, política e economia. Cito estes, pois são os temas mais frequentes.
Mas na conversa de hoje quero abordar minha especial preocupação com o rumo de nosso país. Sinto um país fora de prumo. Sem projeto. Sem visão de futuro. Esta constatação é evidente basta atentarmos para as propostas do governo federal após ampla repulsa da população à administração pública.
Sem levar para a simples crítica partidária, mas, admitindo falhas enormes neste campo, onde o poder virou o único fim da ascensão política, o Brasil deste tempo sofre de uma forte crise de identidade como Nação.
Hoje não se tem um plano estratégico de desenvolvimento para o país, seja na área econômica, na de educação ou mesmo n…

Recomendação ao Papa Francisco

Durante a Jornada Mundial da Juventude mantenha sempre ao alcance álcool gel para limpar as mãos após cumprimentar certas autoridades.

Aborto: CNBB e o Veto ao PLC 03/2013

Imagem
Após ler um documento em que a CNBB não solicita com veemência o VETO INTEGRAL do PLC 03/2013 e, no mesmo infeliz texto, classifica o Art. 3o. apenas como "incorreção conceitual que pode gerar descompasso jurídico". Reitero o que mais cedo escrevi e acrescento outras informações. Segue abaixo:

Aborto: De que lado os assessores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB estão? Dom Damasceno e Dom Leonardo Ulrich devem esta urgente resposta a nós católicos!!!

Este assunto é muito sério!
Não é de hoje que a CNBB se manifesta de forma dúbia sobre assuntos de ordem moral. Tanto no campo da defesa da vida quanto na questão da união homossexual.
Na área da política e da economia não dou a menor atenção ao que é dito pela CNBB, pois os absurdos das análises de conjuntura feitas por assessores da Conferência, faz ficar rubro de vergonha qualquer iniciante no estudo de ambas as matérias.
Peço que telefonem para a CNBB expressando o descontentamento: (61) 2103-8300 ou utilizem …

Vida do Nascituro em Perigo! Apelo à presidente para Vetar Totalmente o PLC 03/2013

O veto da presidente Dilma tem que ser total ao PLC 03/2013!!!
Peço que leiam, divulguem e se mobilizem conforme esta importante Nota Pastoral:
http://padrepauloricardo.org/blog/nota-pastoral-de-dom-antonio-rossi-keller-sobre-o-plc-03-2013?utm_source=Lista+-+padrepauloricardo.org&utm_campaign=96275a163e-16jul2013-newsletter&utm_medium=email&utm_term=0_a39ff6e1ce-96275a163e-406001181

Plebiscito Proposto pelo Governo Federal para 2013

O plebiscito proposto pelo governo federal para este ano é uma manobra para desviar a verdadeira atenção daquilo que foi objeto de protesto nas ruas do país.
Não é saída sincera!
O governo está a criar uma nova polêmica para substituir as reais reformas demandadas pelas ruas em diversas manifestações.
O governo federal quer introduzir um tema antigo e relevante em um momento de alta tensão social no qual a discussão séria e com tempo adequado jamais conseguirá ser feita.
A reforma eleitoral para valer de fato nas eleições de 2014 precisa estar votada e sancionada até o dia 05 de outubro deste ano. Não há, portanto, tempo seguro para uma discussão séria no Congresso Nacional e, a consulta popular desta forma, pode sofre manipulação.
Análise de diversos especialistas dão conta que o plebiscito nos termos colocados e no tempo proposto apresenta um absurdo custo de execução e uma possibilidade de efetividade próxima à zero.
O que pode ser feito e, isto sim explicitado nas manifestações, é a ime…

Manifestações e os Governos Locais

É preciso que se diga que as manifestações não têm exclusivamente o objetivo de se atingir o governo federal. A insatisfação com governantes se dá em todas as esferas de poder. No caso do Estado Rio de Janeiro é evidente.
O governador Sérgio Cabral sumiu dos espaços públicos e do noticiário direto. Nem teve a coragem de ir a final disputada pelo Brasil na Copa das Confederações. Infelizmente, não pode apreciar um grande feito de sua gestão, o novo Maracanã, onde aportou a expressiva cifra de R$ 1,2 bilhão. Coitado!
Apesar deste sumiço o governador não deixa de ser lembrado. É da direta responsabilidade do chefe do executivo estadual os baixíssimos índices no campo da educação, as tristes estatísticas de atendimento na área de saúde e outras promessas não cumpridas notadamente na Região de Serrana onde obras de contenção de encostas e a construção de cinco mil casas estão há dois anos e meio sem respostas.
Faz muito bem o povo do estado do Rio regionalizar as reivindicações e apontar a se…

Efeitos Esperados da Ação Penal 470 – Mensalão

As manifestações que de forma direta pressionam os poderes Executivo e Legislativo, alvos preferenciais do descontentamento do povo brasileiro, atingem também o poder Judiciário com a cobrança ao Supremo Tribunal Federal da prisão dos mensaleiros.
O sinal das ruas é claro em diversas manifestações quanto à premente necessidade de dar-se efeito as sentenças condenatórias já proclamadas no julgamento histórico de figuras importantes da vida pública do país.
Não é mais aceitável que figuras como José Dirceu e os deputados federais José Genoino, João Paulo Cunha, Pedro Henry, Valdemar da Costa Neto usufruam de uma liberdade que afronta as pessoas de bem as quais pautam, apesar das dificuldades do dia a dia, o seu agir por caminhos retos.
A dramaticidade deste caso é tão grande que os deputados José Genoino e João Paulo Cunha são membros efetivos da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. É um absurdo!
As vozes das ruas estão a dizer e, não mais de forma rouca, mas aos gritos, que até su…

Pesquisa Nacional de Saúde Escolar – 2012

Os dados da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar 2012 feita pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde revelou níveis alarmantes quanto ao uso de álcool, cigarro, maconha e crack. O mais estarrecedor é que os pesquisados são adolescentes matriculados em escolas públicas e privadas no nono ano do ensino fundamental das capitais e do Distrito Federal com média de idade entre treze e quinze anos. Isto mesmo, idade entre treze e quinze anos.
Do grupo pesquisado 24% já tinham experimentado cigarro, 71% bebidas alcoólicas e 9% drogas.
Depois as autoridades se perguntam a razão de tanta violência.
Em números absolutos 312 mil estudantes experimentaram drogas ilícitas alguma vez na vida.
Além da conhecida baixa qualidade do ensino e a baixa atratividade da escola pública no país assistimos que no ambiente educacional de forma geral vigora uma desatenção absurda aos jovens e adolescentes.
Além desses dados revelados por esta pesquisa outras, revelam, também, elementos preocupantes que colidem com…

A Saúde Pública mais uma Vez

O quadro da saúde pública no Brasil é de alta calamidade. A falta de uma política bem definida que indique as ações preventivas e uma proposta concreta para construção de uma carreira para médicos e profissionais de saúde fragiliza um campo fundamental de atenção à população mais carente.
Assistimos ao longo de anos e por diversas razões, o desmonte das instituições filantrópicas na saúde, que nos municípios mais carentes são as únicas opções de atendimento.
Para se ter uma ideia da dimensão e da importância para a saúde no país das instituições filantrópicas incluindo as Santas Casas cito alguns dados.
Existem cerca de duas mil e seiscentas instituições de caráter filantrópico no Brasil. As Instituições Filantrópicas são em 56% dos municípios as únicas unidades hospitalares.
Ofertaram, em estatísticas com base no ano de 2007, 175 mil leitos hospitalares e responderam por aproximadamente sete milhões de internações. Isto significa 41% das internações pelo Sistema Único de Saúde.
As Institu…

A Constituinte Específica proposta pela Presidente Dilma Rousseff

Uma das mediadas propostas pela presidente Dilma Rousseff com objetivo de arrefecer as pressões das ruas que clamam por mudanças no país foi à propositura de uma Constituinte Específica para uma reforma eleitoral.
Esta medida proposta é uma interpretação no mínimo inadequada das manifestações.
Não houve das ruas qualquer sinal neste sentido. O desejo expresso pelos manifestantes foi o de uma reforma política dentro dos critérios pautados na Constituição Federal e, na discussão dos projetos existentes que tramitam no Senado e Câmara Federal neste sentido.
O correto seria que a presidente movesse a sua base de apoio na direção de priorizar o assunto e pautá-lo no Congresso Nacional.
Devemos ter muito cuidado com interesses não claros e apelos abertos populistas de reformar constituição brasileira. Basta olharmos para o exemplo de países como a Venezuela, o Equador e a Bolívia, que na avaliação do governo petistas, são democracias constitucionais plenas e estáveis.
O que está acontecendo no B…

Superação da Miséria: Educação e Trabalho como Saída

A miséria que afeta nossos irmãos em diversas partes do país desafia as autoridades públicas e a todos nós no sentido de se buscar saídas para este grave problema.
O governo federal nestes últimos 12 anos se jacta de ter inserido cerca de 15 milhões de pessoas no mercado de consumo através de programas assistenciais como o Bolsa Família.
Com todo o esforço já empreendido existem ainda pessoas no Brasil do século XXI, que não possuem sequer uma refeição completa por dia. Isto revela que a superação da miséria não é uma questão que possa ser tratada apenas no campo do assistencialismo puro e simples.
Existem outros conceitos a incorporar no fundamento deste programa. O primeiro deles, que destaco, é o de se entender que tratamos de pessoas. Parece estranho, mas é necessário pontuar isto. O programa de superação da miséria trata de pessoas em estado de alta necessidade material, mas nem por isso pode se circunscrever a esfera da fome.
A adequada visão sobre o ser humano é fundamental para qu…

Manifestações e a Economia Brasileira

Outro impulso para as manifestações ocorridas nas ruas das maiores cidades do país foi o elevado grau de incerteza da economia brasileira.
Os dados da economia inspiram cuidados e mostram que a inflação é crescente e num item sensível como o setor de alimentos chega a 12% anualizada.
As remarcações voltaram ao dia a dia dos supermercados.
Nos setores como os de educação e saúde com similar interesse e sensibilidade das famílias a inflação anualizada supera os 8%.
O voraz apetite do governo federal em arrecadar associado a uma máquina paquidérmica composta de 39 ministérios somada a formação de novas empresas estatais dá a dimensão certa da pouca capacidade de planejamento do governo da presidente Dilma Rousseff, da real intenção de controle de gastos públicos e da inflação.
E, justamente, por ser este o ambiente, torna-se impossível fazer-se qualquer tipo de medida de ajuste de resultado prático.
Os programas de desoneração de impostos estimularam a demanda, porém, não houve efeito, como al…

Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro x Jornada Mundial da Juventude

Muito estranha a atitude do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro de entrar com uma ação civil pública para impedir que o poder público municipal se responsabilize pela disponibilização da infraestrutura de saúde e de assumir com os consequentes custos financeiros destes serviços, para o atendimento, se necessário, de turistas brasileiros, estrangeiros e cariocas, que participarão da Jornada Mundial da Juventude na cidade do Rio de Janeiro.
Não vou detalhar por ser mais do que óbvio que a visita do Papa Francisco, neste momento de conturbação, perplexidade e desesperança, se reveste de um alto caráter de utilidade pública, em particular, para os jovens brasileiros.
O Ministério Público pede na ação que esta obrigação seja da organização da JMJ sob pena de cancelamento do evento. Que exagero!
Seria mais adequado para a proteção do dinheiro público que o MP do estado solicitasse a proibição do cachorro do governador Sérgio Cabral, o juquinha, voasse de helicóptero às custas do Tes…

História e Fundamento das Manifestações

O governo Lula chegou ao poder central em 2003 com uma carga de confiança elevada. Muitas pessoas esperavam que o Partido dos Trabalhadores no governo fosse apresentar de forma concreta o que os petistas no “marketing” chamam de “jeito PT de governar”.
Logo de saída assistimos o pacto do governo Lula com as chamadas pelos petistas forças conservadoras. Lula seguiu um receituário de política econômica recomendado pelos bancos e pelo sistema financeiro internacional. Continuou a pagar juros enormes caladinho aos banqueiros e não fez a prometida auditoria das dívidas interna e externa.
Com esse comportamento muitos analistas afirmaram que Lula havia atingido a maioridade política.
Contudo, como podemos hoje observar mais nitidamente, o projeto de Lula, José Dirceu e José Genoino, nunca foi o de passar o país a limpo e nem de trazer para as instituições um reequilíbrio político de forças.
Ao contrário, o PT no governo central do país mostrou apenas que tinha um plano eleitoral para chegar e m…

Manifestações no País

As mobilizações articuladas pelas redes sociais assustaram as estruturas do poder desde o governo federal a estados como os do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.
Certamente as autoridades não tiveram informações antecipadas de seus serviços de inteligência, que possibilitaria um planejamento da polícia nas ações de rua e, eventualmente, colaboraria na antecipação das negociações das reivindicações.
Difícil entender a falha dos serviços de inteligência tanto o do governo federal quanto os dos estados. Como se diz popularmente imaginem na Copa!
Bem, voltando às manifestações, estas têm características interessantes. Diria mais, ímpares. Vejamos.
Não foram convocadas nem por partidos políticos, que tradicionalmente se utilizavam deste tipo ativismo e nem por sindicatos aliados aos mesmos.
Não exibem qualquer vínculo com figuras carimbadas em manifestações no passado, notadamente, os rotos, hoje pálidos, de políticos do Partido dos Trabalhadores - PT.
Os manifestantes em sua maioria comp…

Entrevista ao Cafezinho Internacional: Manifestações Sociais

Carlos Dias em entrevista ao Cafezinho Internacional: 
http://www.youtube.com/watch?v=E19WmFn7eIc

A Liberdade e o Estado Brasileiro

As manifestações populares que tem ocorrido nas principais capitais do Brasil nos alertam para um esgotamento de paciência com o modelo de alta restrição de direitos impostos pelo Estado.
Alardeia-se no país que vivemos um primor de democracia. Um regime onde há plena liberdade para as pessoas. Mas será isso mesmo? A que liberdade se refere? A de podermos apenas andar nas ruas por não haver toque de recolher ou a de digitar nas eleições o número de um candidato na urna eletrônica, que não emite qualquer recibo da operação?
A liberdade é muito mais do que poder trafegar e aproveitar os espaços públicos abertamente. A liberdade é lastro para o crescimento e o desenvolvimento da vida humana, que associada a valores e conjugada a um processo educacional, qualifica de forma eficaz esta liberdade.
O que precisa ficar claro, da mesma forma, é que ninguém é livre só por ter acesso a ambientes, votar em urna eletrônica ou utilizar-se da tal liberdade para a satisfação exclusiva dos próprios inter…

Os Riscos de uma Improvisada Política Econômica

Os dados macroeconômicos mostram e principalmente alertam que devemos ter um cuidado especial com as contas públicas do país. Na esteira da invencionice o governo federal procura paliativos em matéria grave, de alta e complexa responsabilidade, no estabelecimento e na administração de uma política econômica.
O resultado das chamadas medidas anticíclicas do governo federal fizeram o país experimentar novamente a longínqua sensação nada agradável de uma volta a um passado penoso onde a principal lembrança é o descontrole da inflação.
Pouco ou nada foram os efeitos positivos desta política do governo federal quanto à preservação dos pilares fundamentais de qualquer política econômica de sucesso, isto é, garantir a continuidade do crescimento do país com baixa inflação.
Os incentivos promovidos pelo governo Dilma Rousseff para turbinar a economia revelaram-se um Cavalo de Tróia. Trouxeram para dentro de uma economia estabilizada a incerteza quanto à autonomia do Banco Central, a manipulação …

Redes de Proteção Social

Convencionou-se chamar de Rede de Proteção Social um conjunto de medidas que visem a assegurar direitos fundamentais e de atenção primária à população notadamente a mais carente.
Classicamente as Redes de Proteção Social tem a ver com educação, saúde, trabalho, habitação e previdência. Trata-se de uma estrutura garantida pelo Estado para o atendimento das necessidades essenciais da população no presente, que sedimentam comportamentos de emancipação em um futuro definido.
Portanto, deve se ter um prazo da presença do assistido nos programas e não permitir uma fixação de caráter paternalista de proteção. Ao contrário, deve-se manter a Rede de Proteção como estratégia de fundo promotor do avanço da pessoa humana. Infelizmente, no Brasil, esta temática tão importante e niveladora na busca de oportunidades tem sido manipulada pelo Estado para a manutenção de um contingente de pessoas reféns de tais ditas políticas públicas.
O crescimento e a independência das pessoas historicamente se dão por …

A Parada Gay de São Paulo

A marcha para a promoção de direitos especiais para homossexuais conhecida como “Parada Gay” tem sido promovida ao longo de anos com apoio de governos notadamente os do Rio de Janeiro e de São Paulo.
A promoção da parada gay sempre contou com o apoio aberto da grande mídia para estimular o apoio à “causa” e tentar sustentar um caráter de direito as vontades privadas reivindicatórias destas minorias.
Este processo de massificar a “causa”, sua dita alegria e orgulho são para dar um ar de normalidade a tais relações e tentar fazer o comportamento homossexual ser aceito abertamente pela sociedade.
Este mesmo apoio está também presente nos governos em diversas esferas através da inclusão de promotores do homossexualismo em cargos públicos onde se estruturaram organismos para a especial atenção aos grupos classificados com LGBTs – gays, lésbicas, bissexuais e travestis.
Além de confundir direito com vontade a associação da grande mídia com grupos gays organizados tem gerado um conjunto de notíc…