Médicos de Cuba e o Sistema Único de Saúde


O governo do PT quer importar seis mil médicos de Cuba com solução para a carência de profissionais médicos no interior do Brasil. Esta medida denota a alta fragilidade do governo petista na saúde e também no planejamento, já que estão no poder central há mais 12 anos. A incapacidade no planejamento e gerencial têm liquidado com as instituições filantrópicas braços seculares do Estado na saúde historicamente responsáveis por pelo menos 55% do atendimento primário à população.

O Sistema Único de Saúde pratica há tempos uma tabela de preço irreal, que não repõe os custos dos atendimentos, procedimentos ambulatoriais, cirúrgicos e de tratamento. Sem corrigir a defasagem gritante dos valores dos serviços comprados, o Ministério da Saúde jogou ainda as instituições filantrópicas, através do crédito consignado, sem dó nem piedade, nas garras do sistema financeiro, o que asfixiou diversas instituições.

O tema está mal colocado pelo governo federal em pelo menos dois pontos. Por certo, não é a importação de médicos a saída, mas, sim, a criação de uma carreira de Estado para os médicos e profissionais da área de saúde. Estabelecer planos salariais condizentes e vantagens adicionais de condições de trabalho para a atração destes profissionais para as áreas mais distantes dos grandes centros.

Outra medida que se faz inadiável e urgente é a de se revitalizar as Instituições Filantrópicas. Incentivá-las, via apoio governamental, a atuar conforme sua vocação original na atenção aos mais necessitados aonde quer que estejam não importando fronteiras e condições regionais.

Bilhões de reias têm sido gastos de forma irresponsável pelo governo federal em projetos duvidosos e muitos destes são exibidos nos telejornais diariamente como abandonados e/ou inacabados.

Merece registro significativo também a incerta qualidade da formação dos médicos em Cuba. Dados oficiais relevam que 90% dos tentam validar seus diplomas no Brasil não conseguem!

Texto do Programa Opinião Católica do dia 21 de maio de 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preces da Comunidade

Governos: Falta de Planejamento e Visão