Conselho de Ética do Senado

A posição do Senador Paulo Duque (PMDB - RJ) na condução do Conselho de Ética tem sido vergonhosa para o nosso Estado. Sua postura cínica e subalterna mostra a baixa estatura que tem para representar o Estado do Rio de Janeiro no Senado ou em qualquer outra área pública. Já é hora de deixar o cargo, pois é o segundo suplente. Há necessidade do Governador Sérgio Cabral liberar e enviar para Brasília o seu secretário da Casa Civil Régis Fichtner sob pena de acreditarmos, caso a substituição não ocorra, que ele (Sérgio Cabral) concorda com tudo o que Paulo Duque está fazendo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preces da Comunidade

Governos: Falta de Planejamento e Visão