Legalização das Drogas

Em recente encontro promovido pelo Jornal O Globo debateu-se o tema da legalização das drogas. O debate restringiu-se àqueles que defendem a liberação dos entorpecentes, portanto, carece de isenção. Tais especialistas indicam que jamais se vencerá a guerra contra às drogas e o mais racional seria permiti-las o acesso com a justificativa de reduzir as mortes pela guerra do tráfico e as prisões inúteis de milhares de usuários. Desejam, ambos os debatedores, a regulamentação do uso. Segundo eles o Ministério da Saúde e os assistentes sociais cuidariam dos viciados e a polícia e o Ministério da Justiça dos traficantes. Mas, que traficantes se estão propondo chamá-los de empresários? A opção não é regulamentar? O caso, então, seria com a Receita Fedral.
Temos que tomar muito cuidado com esse assunto. As premissas levantadas pelos que querem a legalização são falsas. Eles estão focados, apenas, na tentativa de controle do vício, que é incontrolável, principalmente porque, o sinal das autoridades é de liberação e estimulo ao consumo. Nos Estados Unidos pensam até na arrecadação de impostos que gerariam o desenvolvimento destes empreendimentos. Mas, será que pensam na consequência do desmonte de famílias e no aniquilamento da pessoa, que embora doente, tenha o estimulo ao uso de drogas como terapia?
É preciso que seja promovido um outro encontro para ouvir vozes divergentes destas sobre a matéria.
Vida, sim. Drogas, não.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preces da Comunidade

Governos: Falta de Planejamento e Visão