Pelo Amigo e Contra o Povo

É um sinal de fraqueza pessoal e de dependência escrava a atitude do Senador Mercadante (PT-SP) ao curvar-se ao "pedido" do amigo Lula para não deixar a liderança do PT no Senado. O país perde quando homens públicos não diferenciam suas relações pessoais das de representantes do povo, que têm a obrigação de adotar. Foram eleitos e não indicados por amigos. Não contrariam um amigo, mas contrariam uma nação inteira. É um descalabro. É uma subordinação desqualificada, sem mérito. Vergonha!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Governos: Falta de Planejamento e Visão

Vox Populi Brasil - Rádio Catedral FM 106,7