Governo Lula Quer Taxar a Poupança

Em que pesem as perdas sempre impostas aos pequenos investidores, que só tinham a Caderneta de Poupança (6% a.a + TR) como única opção de aplicação, o governo Lula vai modificar o sistema de remuneração da mesma. Para evitar que um grande fluxo de recursos de investidores mais potentes migrem para a atratividade atual da poupança, Lula e seus burocratas não encontraram outra saída a não ser taxar em 22,5% o rendimento superior ao valor limite de R$ 50 mil. A tese, inclusive, é a de que este imposto seja recolhido na fonte. A medida pretende valer para as atuais contas de poupança e as que futuramente serão abertas. Essa medida favorece descaradamente aos fundos de Renda Fixa e de Depósito Interfinanceiro (DI). Será que não se configura uma quebra de contrato essa mudança? Mas,como os governos sempre contam com a lentidão da justiça, como vemos, por exemplo, no caso da VARIG e de seu fundo de pensão. Infelizmente, outras ações judiciais seguirão o mesmo caminho por anos e anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Governos: Falta de Planejamento e Visão

Vox Populi Brasil - Rádio Catedral FM 106,7