Família e Sociedade

A família tornou-se tema obrigatório para aqueles que se preocupam com o futuro da organização social humana e com os fundamentos de sua base moral, que proporcionam estabilidade integral à pessoa humana e à própria sociedade.

Não se pode entender a família como apenas uma organização interna de seus membros e conformá-la a eventuais modificações legislativas ou mesmo a interpretações jurídicas classificadas de progressistas de Tribunais Superiores às quais retiram a dinâmica transcendente do amor e da unidade indissolúvel do casal de seu centro.

A família tem uma missão inalienável que é a de formar em seu seio pessoas a serviço da construção da paz, da justiça e da fraternidade. A família é o seio criador de humanidade. É um mistério do amor Deus, que entregou seu próprio Filho nas mãos de Maria Santíssima e de São José.

Nesta perspectiva e não há como infiltrar-se outra, não há sentido reformador ou reorientador honesto, nas ações que estão sendo desenvolvidas pelo poder público, de maneira geral, na direção de diluir o papel da família natural (homem e mulher) na sociedade de hoje através do permanente avanço da promoção da desconstrução da identidade masculina e feminina.

A crise que imputam à família não veio da origem de sua estrutura natural, mas da permanente rebeldia do espírito humano de confrontar-se com sua própria origem e realidade.

As transformações sociais que impactaram negativamente a estrutura familiar são aquelas que relativizaram o matrimônio legando-o apenas o status de mera relação de interesses assentados nos registros cartoriais. Transformaram o casamento num contrato de conveniências materiais sem definir um prazo claro de rescisão, mas dessa forma o fim é a única perspectiva possível.

A família fundada no casamento onde o homem e a mulher unidos vivem a fidelidade entre si e para com seus filhos é um modelo que jamais será superado sem consequências negativas graves e abrangentes em todos os campos das relações sociais.

Pensar na família como patrimônio da humanidade é jogar a luz da esperança sobre os grandes desafios e problemas de nosso tempo.


Texto do Programa Opinião Católica do dia 30 de maio de 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preces da Comunidade

Crítica ao Trabalho das Organizações Não Governamentais - ONGs

Governos: Falta de Planejamento e Visão